Controle de acesso à internet nas empresas

Quer saber como o controle de acesso a internet pode otimizar a segurança nas empresas?

Hoje em dia sem sombra de dúvidas a internet trás muitos benefícios para as empresas sejam elas de pequeno ou grande porte. Mas já parou para pensar que junto com esses benefícios também podem haver vários problemas quando se trata de controle de acesso à internet nas empresas?

Sabemos o quanto a internet está presente no dia a dia das empresas. É simplesmente impossível imaginar a execução de atividades em escritórios e nas empresas de modo geral, sem equipes conectadas à internet desempenhando suas atividades.

Explorar a tecnologia e extrair dela os melhores resultados é sempre uma combinação de equilíbrio entre investir em inovações e recursos disponíveis (tanto de pessoal como de  equipamentos) e otimizar e gerir os recursos para que que sejam utilizados de forma a não causar prejuízos e problemas ao negócio.

De todos os riscos talvez o mais relevante seja em relação à segurança da informação, que envolve perda de informações e incidência de vírus. Porém outros pontos importantes são em relação a produtividade e foco dos colaboradores, ociosidade e mau dimensionamento dos recursos. Vejamos então estes itens de forma mais detalhada:

Internet compartilhada

1. Segurança

Na atualidade a principal porta de entrada dos vírus nas empresas é sem dúvida nenhuma a internet, na maioria dos casos através de usuários que acabam acessando sites nocivos a partir de links ou mensagens de e-mail falsas. Esses sites instalam vírus ou malwares que podem gerar vários tipos de problemas tais como, Comprometer o desempenho dos computadores ou da rede, Perda, roubo ou vazamento de informações, Despesas com manutenção de equipamentos e sistemas, Tempo ocioso dos recursos e colaboradores.

Dentro desses problemas, vale destacar o sequestro de informações, conhecido como Ransomware, tipo de ataque que em 2016 vem tendo um crescimento muito grande de incidentes. Nesse tipo de ataque são instalados programas ocultos nos computadores, que criptografam dados relevantes do negócio e os tornam inacessíveis. A partir daí pedem uma chave de acesso para liberação do acesso aos dados, que é fornecida com o pagamento de um valor aos “sequestradores”. A instalação desse tipo de malware ocorre geralmente quando o usuário acessa um site nocivo sem conhecimento e de forma imprudente. Nesse artigo falamos um pouco mais sobre Ransomware e como se proteger.

A proteção contra esses riscos pode ser resolvida com medidas simples. Inicialmente é importante orientar os colaboradores para que possam identificar possíveis ameaças, você pode baixar esse manual de utilização segura da internet e compartilhar com sua equipe.

Também é necessário haver algum tipo de controle na navegação, que impeça o acesso a esses sites nocivos. Esse controle pode ser feito com soluções robustas como Firewall/Proxy.

 

2. Desperdício de tempo da equipe

Existem muitas pesquisas que mostram o tamanho do desperdício dos colaboradores com a internet, são os acessos às redes sociais, ao e-mail pessoal, uso de smartphones, conversa com amigos e familiares, sites de entretenimento e esportes, jogos e muito mais. Estima-se que cada colaborador gaste em média 72 minutos por dia com atividades pessoais na internet durante o trabalho, o que representa 15% do tempo de trabalho.

Convertendo esse desperdício de tempo em valores, podemos chegar a números bem impactantes. Por exemplo, em uma empresa com 30 colaboradores que trabalham conectados à internet, onde o custo mensal por colaborador fique em média R$ 2.000,00, considerando o desperdício de 15% do tempo, em valores isso representaria R$ 9.000,00 de desperdício por mês, nesse cenário.

3. Colaboradores sem foco

Em complemento ao desperdício de tempo, outro impacto gerado pelo uso indevido da internet pela equipe é a falta de foco. Os colaboradores podem estar a todo momento acessando seus perfis nas redes sociais ou em conversas no smartphone. Isso reduz a atenção nas atividades que estão sendo realizadas e pode comprometer a qualidade das tarefas entregues e por consequência a qualidade dos serviços prestados pela empresa, podendo inclusive impactar negativamente na imagem da empresa em relação a seus clientes.

4. Internet lenta e baixo desempenho de sistemas e equipamentos

Você já teve problemas de internet lenta na sua empresa? Em empresas onde não há gestão em relação ao uso da internet pelos colaboradores, muitas vezes esse problema pode estar ocorrendo porque alguns usuários estão consumindo a maior parte do tráfego da rede, fazendo downloads de arquivos pesados, assistindo vídeos ou ouvindo rádio.

A internet lenta em redes corporativas pode afetar inúmeras atividades da empresa, como o desempenho de sistemas, envio e recebimento de e-mail, comunicação e atendimento a clientes, entre outros pontos. E muitas vezes ocorre porque simplesmente alguns usuários consomem a maioria dos recursos. Esse consumo precisa ser identificado, para que sejam tomadas medidas que corrijam o problema.

5. Despesas com manutenção e recursos ociosos

As despesas geradas diretamente com manutenção de sistemas e equipamentos. Ex.: quando um computador é infectado com algum vírus, há o custo da solução desse problema, que geralmente é responsabilidade dos profissionais da área de TI, onde são geradas despesas financeiras, além do custo do tempo ocioso da equipe.

Como podemos perceber, da mesma forma que a internet traz benefícios, pode gerar alguns problemas e até prejuízo para a sua empresa. Por isso é necessário que dentro da gestão do negócio, sejam tomadas medidas que venham a proteger a empresa dos riscos, para evitar que esses problemas que mencionamos façam parte do dia a dia.

A maioria dos problemas de segurança nas empresas ocorrem a partir da imprudência e falta de conhecimento dos colaboradores. Cabe aos profissionais terem responsabilidade quanto à utilização produtiva da internet, no entanto cabe à empresa, em primeiro lugar, orientar a equipe quanto aos riscos e ao uso adequado da rede, e monitorar o desempenho dos colaboradores.

A empresa também deve ter uma política de utilização da internet e smatphones definida e informar seus colaboradores a respeito.

A gestão do controle de acesso de colaboradores à internet pode otimizar os trabalhos e aumentar a segurança da rede. Precisa de ajuda? Fale conosco.

Seja mais, seja Arkan System!

Rafael Harada
Rafael Harada
Sócio e IT Consultant. Atua na área deste 2001 quando foi morar aos 16 anos no Japão, onde teve o primeiro contato com tecnologias de ponta no período 3 anos, tempo que residiu nas terras orientais onde aprimorou seu conhecimento em Softwares de Edição de Imagens e Programação Web hoje atua na área de Sistemas de Gestão Empresarial e Gestão da TI, vem desbravando sua visão e conhecimento para área de Desenvolvimento de Tecnologia da Informação.